Cirurgia plástica

Pesquisa revela dados da beleza brasileira.

pexels-photo-179734.jpeg

“As muito feias que me perdoem, mas, beleza é fundamental. É preciso que haja qualquer coisa de flor em tudo isso!…” – imortalizou Vinícius de Moraes

Não apenas o poeta demonstrou sua atenção em relação a esta questão, pesquisas revelam como as brasileiras dão importância para os cuidados com a aparência e a autoestima.

E você? Qual a sua relação com a beleza?

1.283 mulheres de todo o Brasil foram entrevistadas pela revista CLÁUDIA, entre 20 e 59 anos. Essa pesquisa revelou como as brasileiras lidam com a autoimagem e a autoestima e, inclusive, como interagem com o quesito beleza no dia a dia.

Os desejos apontados por elas, em relação à beleza, foram vários:

  • Ser mais elogiadas por seus parceiros;
  • Gostariam de ter mais tempo para cuidar de si mesmas;
  • Sonham em ter a barriga durinha;
  • Ter o bumbum maior e mais empinado;
  • Conseguir tempo para ter uma vida mais saudável e equilibrada.

Foi mostrado que a maioria delas passa a maior parte do tempo dedicando-se ao trabalho e estabilidade financeira ou à vida doméstica, como cuidadora de todos os pormenores do lar e filhos e o que alegam é que mesmo tendo consciência da importância do cuidar-se, isso, na maioria das vezes, fica em segundo plano.

Confira

  • 12% acreditam que a genética é quem determina a beleza;
  • 32% gastam mais tempo cuidando do cabelo do que do restante do corpo;
  • 74% pensam que estar feliz é o principal quesito para se sentir bela;
  • 75% acha que ter uma alimentação saudável e boa saúde são fatores fundamentais para a beleza;
  • 65% não estão seguindo nenhum tipo de dieta;

Apesar dos dados acima, apenas 49% das mulheres adotam uma alimentação saudável e 32% praticam exercícios físicos. Mesmo tendo consciência de tal importância, elas ainda colocam-se em segundo lugar.

Atualmente existem diversas maneiras de contornar a hereditariedade. O estilo e vida, hoje, é mais importante do que a nossa herança genética.

Cirurgia plástica

  • 78% das mulheres adoram as cirurgias plásticas;
  • A abdominoplastia está em quarto lugar entre as cirurgias escolhidas pelas belas;
  • 19% fizeram  cirurgia nas pálpebras;
  • O implante de silicone destaca-se como a cirurgia mais desejada entre as mulheres jovens;
  • 55% delas investiria entre 10 e 35 mil em uma cirurgia plástica;
  • 29% corrigiram as marcas da gravidez;
  • 50% das mulheres com mais de 50 anos, fariam plásticas para minimizar os sinais da idade.
  • Plásticas mais realizadas: 28%  lipoaspiração na barriga e  28% implante de silicone
  • 7% delas fizeram lifting;
  • 42% dizem estar satisfeitas.

Interessante notar que o nosso país é o segundo do mundo onde mais se realizam cirurgias plásticas. As mulheres, atualmente, têm o desejo de parecer mais jovens e buscam isso… estão prolongando sua vida ativa no mercado de trabalho, cuidam-se muito mais (comparado às mulheres de 50 anos atrás) e estão começando novos planos a partir dessa idade. A cabeça delas vêm mudando…

E você? Está incluída em seus primeiros planos? O que está faltando para colocar-se como prioridade da sua vida? Entre em contato conosco! 

{{cta(‘f357b4f9-aafc-4fc4-8a12-ceb0e9926938’)}}

Deixe uma resposta