Contorno Corporal

Lipoaspiração ou abdominoplastia: entenda as diferenças

 Lipoaspiracao-ou-abdominoplastia-entenda-as-diferencas-1.jpg
É muito comum as pessoas ficarem confusas sobre a diferença entre lipoaspiração e abdominoplastia.
É verdade que os dois procedimentos ajudam a remover o excesso de gordura da região do abdômen e melhorar a silhueta do corpo, mas há diferenças importantes entre essas cirurgias.
Vamos explicar melhor cada uma delas.

Lipoaspiração

A lipoaspiração é o procedimento cirúrgico que retira depósitos de gordura para melhorar o contorno corporal; porém, não remove pele. Ele é ideal para eliminar a gordura localizada em locais específicos do corpo, como barriga, flancos, coxas, braços e costas, entre outros, desde que a pele da região tenha uma boa elasticidade que possibilite uma retração adequada.

Como funciona a cirurgia

Na lipoaspiração, a gordura é sugada através de cânulas e um sistema de vácuo. A anestesia pode ser a local ou peridural associada a uma sedação, para que o paciente durma o tempo todo.

Pós operatório

O pós-operatório requer repouso parcial de uma semana – dependendo da extensão da área – e, após dez dias, é possível voltar gradualmente às atividades, com o uso de malha de compressão.
Em seis meses, quando o inchaço acaba por definitivo, o resultado final pode ser visto. As cicatrizes são pequenas e ficam quase imperceptíveis com o passar do tempo.

Abdominoplastia

Já a abdominoplastia, popularmente chamada de cirurgia plástica da barriga, remove o excesso de pele e flacidez. O procedimento corrige a parede do abdômen, ao restaurar a musculatura da região e melhorar seu contorno geral.
O resultado é um abdômen mais firme e reto.
Portanto, a principal diferença é que a lipoaspiração remove apenas gordura, já a abdominoplastia retira o excesso de pele, remove gordura e ajusta os músculos.
A abdominoplastia é indicada para as pessoas que perderam peso significativamente e ficaram com a pele do abdômen solta e flácida. Também é bastante indicada após a gestação, para reduzir o excesso de pele que ocorreu devido à barriga ter esticado durante a gravidez.

Como funciona a cirurgia

A cirurgia de abdominoplastia é feita por meio de uma incisão na parte inferior do abdômen. A anestesia é peridural e sedação geral e há necessidade de internação por, pelo menos, 24 horas.

Pós operatório

É recomendado repouso mais intensivo nas duas primeiras semanas. O paciente também precisa usar malhas de compressão por dois meses, para ajudar a limitar o inchaço e acelerar a recuperação. O inchaço só é completamente eliminado depois de seis meses da cirurgia.
Em ambas as operações, é recomendada a reeducação alimentar e, após o período de recuperação, uma rotina de exercícios diários para manter os resultados obtidos.

Procedimentos combinados

Nos pacientes que têm uma camada de gordura mais significativa no abdome associada a flacidez de pele e muscular  a opção é fazer as duas cirurgias combinadas. A este procedimento damos o nome de lipoabdominoplastia.
A lipoaspiração também pode ser associada à lipoescultura, um procedimento que retira a gordura de um local e coloca em outro. Por exemplo, a gordura retirada do abdômen pode ser usada para preenchimento do bumbum, aumentando o volume e melhorando o formato.
A melhor maneira de saber qual procedimento é o mais indicado é por meio de conversas claras com seu cirurgião plástico.
Juntos, vocês irão discutir qual o objetivo pretendido, e ele poderá também fazer uma análise do seu histórico médico, para que a cirurgia seja o mais segura possível e que a melhoria estética seja alcançada.

Deixe uma resposta