Cirurgia plástica

Cirurgia plástica: o que perguntar para o seu cirurgião

Cirurgia-plastica-o-que-perguntar-para-seu-cirurgiao-1.jpg

Um misto de desejo e medo é o sentimento mais comum que toma conta das pessoas quando se veem diante da possibilidade de fazer uma cirurgia plástica, sejam homens ou mulheres.

Isso é normal: faz parte do processo de decisão frente a algo que não dominamos por completo. As dúvidas são muitas, com relação ao pré e ao pós-operatório, o medo do resultado não corresponder às expectativas, da anestesia, enfim, uma vasta lista.

Mas a insegurança e a ansiedade estão diretamente ligadas ao desconhecido. Por isso, elaboramos um tira-dúvidas, com informações para você se sentir mais confiante e superar o medo de passar por uma cirurgia plástica.

  1. Como escolher um cirurgião?

Ao escolher um cirurgião plástico tenha certeza de que seja um profissional membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, devidamente qualificado para o procedimento que você quer realizar. Saiba que, antes de qualquer passo, ele deve conhecer seu histórico médico e solicitar exames detalhados.

  1. Como conhecer os riscos das cirurgias estéticas?

Qualquer cirurgia oferece riscos; por isso, é preciso ter consciência de todos os detalhes antes da intervenção. Pergunte e esclareça com seu médico todas as dúvidas sobre os riscos do procedimento. Durante a consulta, questione sobre as medidas para evitar complicações cirúrgicas. Não tenha vergonha de perguntar.

  1. A anestesia oferece perigo?

Todo mundo tem dúvidas e medo da anestesia, mas hoje as drogas anestésicas são muito eficazes, assegurando aos pacientes e médicos. Tenha certeza de que o médico está indicando a melhor anestesia para o procedimento – aquela que ofereça os menores riscos durante e após a cirurgia.

  1. Como acabar com flacidez, gordura localizada e abdominal?

Esses fatores não são comuns apenas às pessoas mais gordinhas; eles também afetam as mais magras. No caso da gordura localizada, ela pode aparecer, inclusive, na região pubiana, causando constrangimentos. Uma maneira de eliminar a gordura em excesso é a lipoaspiração e, para as regiões como a púbis, pode ser feito a chamada “minilipo”. Já a gordura abdominal nem sempre é possível ser retirada com a cirurgia plástica. Quando a temível barriguinha é formada pelo armazenamento de gordura visceral, a solução é somente por meio da perda de peso, com dietas e exercícios físicos. Nos casos de flacidez, o mais indicado é a abdominoplastia

  1. O que é blefaroplastia?

Essa cirurgia corrige os excessos de pele, flacidez muscular e gordura das pálpebras. Além da estética, melhora também o aspecto funcional. Trata-se de um procedimento simples, feito com anestesia local e sedação, com duração média de uma hora. As cicatrizes ficam bem disfarçadas nos sulcos das pálpebras.

  1. Para quem é indicada a ocidentalização dos olhos?

A pálpebra superior lisa é característica de parte dos orientais e seus descendentes. Os olhos não apresentam a dobra comum à população ocidental e isso pode dar um aspecto de inchaço ou até dificultar na hora de se maquiar. Para os que se incomodam com isso, a alternativa é chamada plástica de ocidentalização dos olhos, que consiste na criação da dobrinha na pálpebra.

  1. Qual a diferença entre mastopexia e mamoplastia de aumento?

A mastopexia é a cirurgia plástica que levanta a mama caída, buscando deixá-la mais firme e com um posicionamento alto e natural. Já a mamoplastia de aumento é a cirurgia de inclusão de prótese de silicone. Após a realização de ambos os procedimentos, não se deve elevar os braços acima dos ombros por cerca de três a quatro semanas, para garantir uma boa cicatrização.

  1. Como ocorre a contratura capsular?

Esse é um dos principais incômodos que podem surgir quando se tem uma prótese mamária de silicone, causando endurecimento do seio e desconforto ao toque. Isso acontece porque a cápsula que o corpo forma em volta da prótese se contrai, tornando a consistência da mama mais endurecida.Este fenômeno hoje é cada vez menos frequente com os implantes de melhor qualidade.

  1. O que é a reconstrução mamária  imediata ?

É o procedimento que reconstrói a mama das mulheres logo após a mastectomia, – intervenção cirúrgica da retirada parcial ou total da mama – devido ao câncer mamário. Para cada caso é estudada uma solução específica, que pode ser a reorganização da glândula mamária para preencher a região do tumor, colocação de prótese de silicone ou enxerto de gordura ou músculo de outras regiões do corpo.

  1. Quais os cuidados com prótese no bumbum?

O implante de silicone no bumbum requer cuidados redobrados com a higiene. Isso porque o corte fica logo acima do ânus e é importante que não haja contato com as fezes, para evitar contaminação e uma possível infecção. Existe o mito de que não é permitido se sentar após o implante de prótese de silicone no bumbum. A verdade é que o silicone fica colocado um pouco acima de onde nos sentamos e, assim, não há perigo de pressioná-lo.

  1. Em caso de ruptura, o silicone se espalhará pelo corpo?

Caso exames constatem que há uma ruptura em qualquer implante de silicone, não há motivo para pânico. O gel utilizado nas próteses é de alta coesividade, impedindo que ele migre para outra parte do corpo. Mas o implante deve ser trocado o mais rápido possível.

  1. Quais os cuidados após uma rinoplastia?

Esse é o nome da cirurgia de nariz e, é necessário dormir com a cabeça elevada por 7 dias após a sua realização. Manter a cabeça baixa atrasa a resolução do inchaço. Também, quem passou pelo procedimento, deve evitar usar óculos por 45 dias, é preciso utilizar protetor solar e evitar exposições prolongadas ao sol.

  1. Como se recuperar de uma cirurgia para corrigir orelha de abano?

Para proporcionar a cicatrização na posição correta da orelha, as pessoas que se submetem a esse tipo de cirurgia plástica precisam usar uma faixa para segurar a orelha por cerca de 15 dias. Nos homens, a faixa pode ser substituída durante o dia pelo uso de um boné que prenda a parte superior da orelha junto ao crânio.

  1. Quando devo considerar uma plástica de abdômen?

A plástica de Abdome deve ser considerada quando há excesso de pele e/ou flacidez muscular associadas ou não à gordura localizada, como por exemplo: após gestações, perde de peso, e alterações decorrentes do processo de envelhecimento. Durante o pós-operatório, a pessoa precisa andar encurvada por até 15 dias, para garantir a cicatrização adequada.

  1. Para que usar a cinta modeladora?

O seu uso é necessário depois de se passar por uma lipoaspiração ou lipoescultura, para que os tecidos se acomodem no local correto. Seu uso é recomendado por um período de um a três meses.

  1. O que é lipoenxertia, ou lipofilling?

É o procedimento que enxerta gordura em qualquer região corporal para melhoria do contorno. Qualquer área que possua gordura disponível está apta para ser doadora. Depois, as células gordurosas são aplicadas na região selecionada, dando um aspecto mais harmonioso à região.

  1. Lipoaspiração masculina é igual à feminina?

Para um bom resultado na lipoaspiração é necessário ter uma pele boa e elástica, que pode ou não ser encontrada nos dois gêneros. A lipoaspiração nos homens pode ser um pouco mais trabalhosa para o cirurgião pela maior presença de tecido conjuntivo na gordura, que gera mais resistência ao progresso da cânula.

  1. A recuperação é sofrida como falam?

Planejada da forma correta, com as orientações do cirurgião, a recuperação da cirurgia plástica pode ser tranquila e dentro do prazo previsto. Cada procedimento tem suas recomendações de pós-operatório – repouso, evitar tomar sol, usar cintas e dormir em determinadas posições, entre muitas outras – que devem ser seguidas criteriosamente para evitar rompimento de pontos, sangramentos, manchas e aumento do inchaço, entre outros problemas.

Descrevemos aqui algumas das inúmeras dúvidas que as pessoas têm. É preciso observar que qualquer intervenção médica deve ser feita com devido acompanhamento profissional e preparo. O seu planejamento será essencial na qualidade da sua recuperação.

Deixe uma resposta